Dicas para tomar vinho no outono/inverno

Quem gosta da bebida sabe que ela pode ser consumida em qualquer época do ano, mas Marco Antonio Carbonari, dono da vinícola Villa Santa Maria, comenta que as temperaturas mais frias torna a experiência ainda mais irresistível, já que, assim como a cerveja é a marca do verão, o vinho é a do frio. Os motivos são muitos, conheça alguns deles.

  • Aquece: Normalmente, após uma certa quantidade de vinho ingerida, as pessoas sentem uma sensação de aquecimento no corpo. Para a maioria, o calor é mais perceptível no rosto, porque a pele fica vermelha como se a pessoa estivesse constrangida, ainda mais se o tom de pele for mais claro.
  • Harmonização com pratos mais encorpados: O clima frio propicia a degustação com comidas mais pesadas e mais gordurosas, como caldos, fondue e pizzas. Marco Antonio Carbonari conta que uma boa pedida é se servir de um bom Merlot ou Cabernet, por serem mais consistentes.
  • Diferentes rótulos: Os vinhos envelhecidos em barricas de carvalho, que possuem mais sabor, são ótimas opções para o frio. Se no verão o preferível são os vinhos mais leves, no frio as apostas são sobre bebidas com volume e textura mais encorpados.
  • Temperatura ambiente: Marco Antonio Carbonari explica que a temperatura ideal para a bebida é entre 16 e 18 graus. Então, em estações mais frias, para quem não possui climatizador, o clima permite com que a bebida seja tomada em temperatura ambiente.
  • Noites especiais: Uma boa garrafa de vinho é um belo afrodisíaco natural, já comprovado cientificamente. As diversas substâncias presentes na bebida propiciam ao organismo um ótimo bem estar, devido a sua função vasodilatadora, até mesmo nos órgãos sexuais. Por isso, aproveite e proporcione ao seu companheiro uma noite relaxante, quentinha e divertida, mas com moderação!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui