Você já ouviu falar sobre os cálculos vesicais? As temidas pedras na bexiga

Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes
Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes

O Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes é especialista em urologia e atua na área há mais de 20 anos, formado na Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestre e doutor pela Universidade Federal de São Paulo, o médico possui um consultório localizado no Rio de Janeiro e atua em um ramo muito tecnológico: cirurgia robótica para tratar câncer de próstata, a prostatectomia robótica, um procedimento minimamente invasivo.

Dessa maneira, o médico fala à nossa redação sobre os cálculos vesicais. Uma patologia marcada pela presença de espécies de pedras aglutinadas na bexiga urinária. Formada por sais de cálcio, elas possuem diferentes tamanhos e podem impedir o armazenamento adequado da urina.

Em geral, esse distúrbio não necessita de tratamentos invasivos, contudo, a depender do tamanho e da quantidade desses cálculos, pode acabar gerando complicações no que tange o armazenamento e o expelimento da urina. Dessa forma, é necessário cautela e cuidados para ter uma boa qualidade de vida, aconselha o médico Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, co-autor do livro Urologia Minimamente Invasiva.

Os primeiros sinais são desconfortos e dores após a prática de exercícios físicos, bem como a dificuldade de urinar, com a diminuição da quantidade de urina e a interrupção da micção. Além disso, pode haver a presença de hematúria e dores no corpo no geral, nos homens, dores na glande estão presentes.

Os sintomas iniciais são sutis, dessa forma, o diagnóstico costuma ser tardio. Portanto, fica evidente a importância de realizar consultas médicas e exames laboratoriais de forma periódica, pois é através desses elementos que é possível traçar um diagnóstico precoce e preciso, fator vital para o tratamento de uma patologia, afirma o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes.

Sendo assim, enfatiza-se novamente a importância de ir ao médico, pois o diagnóstico é feito através de exames de urina e exames físicos, como o toque retal. Além disso, uma das indicações para a prevenção desse distúrbio é um bom consumo de água, pois, dessa maneira, há a diminuição da concentração de sais minerais que podem vir a desenvolver os cálculos vesicais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui